terça-feira, 9 de junho de 2009

Festa do Tremoço


Aí há uns tempos disse que só conseguiria fazer todas as cadeiras a tempo se as fizesse como quem come tremoços!
Parece que amanhã, dia 10 de Junho, é dia da Festa do Tremoço...

quarta-feira, 3 de junho de 2009

Pôr-do-sol

A este sol atámo-lo um fio e, na ponta, prendemos um beijo! Ele há-de passar por Portugal portanto, antes que se ponha, assegurem-se que desatam o nó e o guardam bem juntinho ao coração...


video

domingo, 3 de maio de 2009

Dzień Matki



A todas as mães que hoje não podem estar connosco, um beijinho muito especial e um Feliz Dia da Mãe!

sexta-feira, 1 de maio de 2009

Ready, set, GO!

Está oficialmente aberta a maratona dos exames em Wroclaw. Eu comecei logo com o pé esquerdo a Neurologia, mas já resolvi o problema, mesmo antes de ter voltado a Portugal. Resta-nos agora fazer em dois meses (50 dias para mim) cerca de doze cadeiras: History, Exotics, Parasitology, Milk Processing, Food Processing, Reproduction, Surgery, Ortopedics, Infectious Diseases and Epizootology, Internal Diseases, Parasitic Diseases e Meat Hygiene.
Depois de todas estas cadeiras feitas já podemos ir todos felizes para casa... portanto a palavra de ordem agora é "estudar!"

quinta-feira, 30 de abril de 2009

quarta-feira, 29 de abril de 2009

Regresso a casa - Parte menos um

Todos nós fomos a Portugal para estar com a família, com os amigos e com portugueses!

Foi tão bom aterrar num aeroporto que vejo quase todos os dias.
Foi tão bom pisar o chão e ouvir baixinho "olá, benvindo a Portugal"
Foi tão bom respirar fundo e sentir o ar de volta nos pulmões.
Foi tão bom quando ouvi o primeiro "fuoda-se!"
Foi tão bom chegar a algum lado e ver uma televisão a transmitir um canal português.
Foi tão bom estar com os meus pais e família que, só por isso, já valeu a pena toda a viagem.
Foi tão bom estar com todos os amigos que, só por isso, já valeu a pena não estar com os familiares.
Foi tão bom ouvir português em palavras soltas.
Foi tão bom comer indiscutivelmente a melhor comida do mundo!
Foi tão bom deitar-me na minha cama e ainda sobrar espaço.
Foi tão bom sentir o cheiro de Portugal. Quem me dera ter um frasquinho para o poder levar para todo o lado.
Foi tão bom poder ver tantos sorrisos só por nos verem.
Foi tão bom saber as novidades de toda a gente.
Foi tão bom poder gostar de cada momento sem ter de me esforçar minimamente.
E finalmente foi tão bom quando me disseram mais do que uma vez: "já falta pouco para cá voltarem em definitivo!"

Por muito que viajemos, por muito que possamos gostar de outros sítios, de outras pessoas e de outras culturas, por muito que nos integremos em sociedades diferentes, nada é comparável ao nosso país, aos nossos amigos de sempre e a todos os que connosco levam no BI, o mesmo último nome.

Viva Portugal e a uma contagem decrescente que se faz agora a velocidade cruzeiro!

sexta-feira, 10 de abril de 2009

Śląsk Wrocław 1 vs 1 Górnik Zabrze


Wrocław tem coisas lindíssimas! A equipa de futebol local não é uma delas. No entanto, o espectáculo fora das quarto linhas põe as claques portuguesas num bolso... e eu já estive no meio da claque do Benfica por diversas vezes, da do Sporting e até da do Porto (coisa que me arrependo imenso). Os fãs do Śląsk Wrocław não têm rouquidão, foi esta a conclusão que cheguei ontem à noite, numa partida de futebol em que jogaram muito mal e até levaram um "banho de bola" do último classificado! Mas, apesar disso, todo o estádio gritava pelos jogadores e até a claque adversária (que eu conseguia ouvir do outro lado do estádio) puxava pela equipa que esteve a vencer até aos 81 minutos, mais ou menos. A certa altura, os cerca de 1500 adeptos até tiraram as camisolas e dispuseram-se, em tronco nu, pela sua bancada a gritar qualquer coisa em polaco.

O Śląsk Wrocław está, neste momento, na 6ª posição da 1ª liga polaca e venceu, este ano, o Wisla Krakow, que é o actual campeão e até foi à Europa jogar umas partidas. Mas ontem não estiveram mesmo nos seus dias, quer-me parecer, e só não perderam o encontro, porque num último desespero lá conseguiram encontrar o "golito" que os salvou. Quando o adversário marcou o 0-1, o público começou a gritar "Putaés!" (isto em sonância portuguesa) e eu pensei, por momentos que se tratava de um grito da mais pura ordinarice, mas depois virei-me para trás e tentei ler nos lábios de um fã, o que dizia: "Frutaés!", aí percebi que o futebol polaco sofre dos mesmos vícios que o português, mas mais à frente repetiram o grito e aí pude concluir que era qualquer coisa como "curaés" que ainda não consegui perceber o que significa.
De resto, tudo na mesma por estas bandas... hoje é dia de atirar água à cara das pessoas (tradição pascoal polaca).
Uma boa Páscoa para todos e até à próxima novidade!

segunda-feira, 30 de março de 2009

Será verdade...?

Os polacos já haviam falado das temperaturas e do tempo aqui na Polónia quando chegasse o Verão. Lembro-me que, antes de termos cá neve, nos disseram que "aqui neva muito, vão se fartar da neve" e etc, mas nunca mais nevava até que subitamente caiu o primeiro nevão e a partir daí foi o que se viu... Será que o mesmo acontece para os tempos mais quentes? É que estamos com umas duas semanas de dias encobertos e o sol parece tosco, mas ao ver a meteorologia para Wroclaw desta semana, deparei-me com esta alegre situação! Será verdade? Ou os meteorologistas polacos ficaram malucos? É que nós já nos habituamos ao "calor" de 5 graus e com as temperaturas previstas, bem... lá vamos ter de comprar protector solar, bonés, calções, sandálias, óculos de sol...! :)

quarta-feira, 25 de março de 2009

Vai... mas volta!


Deixa-nos sim, mas só se for para ir ali e para voltar amanhã com o mesmo sorriso!
Já temos saudades...